You have a complaint against
an EU institution or body?

Ensaios desnecessários em animais realizados por registantes de substâncias químicas

Síntese da decisão relativa à queixa 1568/2012/(FOR)AN contra a Agência Europeia dos Produtos Químicos

O caso em apreço, apresentado pela Fundação PETA, incidiu sobre o âmbito de competências e atribuições da Agência Europeia dos Produtos Químicos (ECHA) ao abrigo do Regulamento REACH. A queixosa manifestou a opinião de que a ECHA não toma medidas suficientes para assegurar que os registantes de substâncias químicas se abstenham de realizar ensaios desnecessários em animais para demonstrar a segurança das suas substâncias.

A Provedora de Justiça inquiriu sobre o assunto e constatou que, efetivamente, a interpretação da ECHA quanto às suas obrigações era excessivamente restritiva. Assim, a Provedora de Justiça apresentou à ECHA uma proposta de solução amigável a respeito das próprias funções da Agência, bem como da cooperação que esta deve estabelecer com as autoridades dos Estados‑Membros. A Provedora de Justiça ficou satisfeita com a resposta da ECHA e deu o caso por encerrado.