Sie möchten Beschwerde gegen ein EU-Organ oder eine EU-Einrichtung einlegen?

Emily O'Reilly

Emily O’Reilly foi eleita Provedora de Justiça Europeia pela primeira vez em julho de 2013. Após as eleições do Parlamento Europeu, ela foi re-eleita para um mandato de cinco anos, em dezembro de 2014 e novamente em dezembro 2019. No desempenho das suas funções, investiga casos de má administração nas instituições e organismos da União Europeia. Foi galardoada com o Prémio Schwarzkopf Europe em 2017, e com o Prémio «Visão para a Europa 2018», na cimeira europeia de Praga, em reconhecimento do seu trabalho.

Entre 2003 e 2013, Emily O’Reilly tornou-se na primeira mulher Provedora de Justiça e Comissária para a Informação da Irlanda e, em 2007, foi também nomeada Comissária para a Informação Ambiental.

Como Provedora de Justiça nacional, foi-lhe concedido, em 2008, um doutoramento «Honoris Causa» em Direito pela Universidade Nacional da Irlanda pelo trabalho de promoção dos direitos humanos desenvolvido ao longo da sua carreira. Em 2014, o University College de Dublim distinguiu-a com um doutoramento «Honoris Causa» em Direito por uma década de empenho como Provedora de Justiça da Irlanda.

Antiga jornalista, autora e redatora política, o seu percurso profissional granjeou um importante reconhecimento nacional e internacional, tendo-lhe sido atribuída uma bolsa da Universidade de Harvard, em 1988, e diversos prémios nacionais. Escreveu três livros sobre política e meios de comunicação social irlandeses, que mereceram a aclamação da crítica, e é atualmente membro do Comité Consultivo Internacional da Fundação Nieman para o Jornalismo da Universidade de Harvard.

Durante o seu percurso como jornalista, foi galardoada com dois prémios:  Mulher Jornalista do Ano, em 1986, e Jornalista do Ano, em 1994.

Emily O’Reilly é casada e tem cinco filhos.

Bilder von Emily O'Reilly